A acupuntura é uma técnica de tratamento que surgiu na China há aproximadamente 5000 anos. Nos últimos 50 anos, ela vem se integrando com a medicina ocidental, principalmente após pesquisas que estabeleceram as bases cientificas deste tratamento. Hoje a acupuntura é reconhecida como uma técnica de neuromodulação do sistema nervoso, que utiliza agulhas muito finas, estéreis e descartáveis. Sua ação é relacionada com a liberação de várias substâncias químicas (neurotransmissores, endorfinas, encefalinas, cortisol), levando a um efeito analgésico, antiinflamatório e melhora da regeneração dos tecidos.

Ações Mais Importantes

Antiinflamatória
Analgésica
Relaxante Muscular
Antidepressiva leve
Broncodilatadora
Vasodilatadora
Antiemética
Melhora da circulação sanguínea e da imunidade

Dores e Sintomas tratáveis

• Dor de origem cervical, lombar, bursite, tendinite, osteoartrite, epicondilite, síndrome do piriforme e outras
• Fibromialgia
• Náuseas e vômitos
• Tensão pré-menstrual, síndrome do climatério
• Infertilidade
• Alterações gástricas e intestinais
• Disfunções da TPM
• Alergias
• Insônia, estresse, ansiedade
• Neuralgia pós-herpética 

Acupuntura para o Tratamento da Dor

acupuntura2A acupuntura é uma técnica efetiva e atualmente reconhecida para uma variedade de condições álgicas. Sua ação é de neuromodulação periférica e central, levando também à liberação de vários neurotransmissores, entre eles endorfinas e encefalinas (analgésicos endógenos).

A acupuntura é particularmente eficaz para tratar a dor e acelerar a cura de doenças do sistema músculo-esquelético. 

Podemos usar também de forma complementar esta técnica de dessensibilização em várias outras patologias somáticas, viscerais ou neuropáticas.

 

Eletroacupuntura

acupunturaConsiste no uso de corrente elétrica aplicada nas agulhas ou em eletrodos com objetivo de modulação de sistema nervoso central e periférico, bem como potencializar o efeito da acupuntura.


Os impulsos elétricos atuam sobre os nervos sensoriais, provocando estímulos aferentes, que poderão desencadear desde analgesia reflexa, produção de endorfinas, até regulação autônoma reflexa e ajuste da fisiologia corporal.